Manual de como ler um livro chato!

“Como assim, você dizendo que ler é chato?”

Não é isso, mas vocês sabem que existem livros e livros, e que alguns são tão maravilhosos que você nem percebe o tempo passar, “devorando” o livro em poucos dias (ok, alguns têm o poder de ler algumas horas, quero chegar nesse nível bem aí). Por outro lado existem livros insuportáveis, aqueles que você não consegue nem olhar para a capa, já dá aquele soninho gostoso.

Recentemente eu tive que encarar um livro insuportáveis desse, passei quase DOIS ANOS para poder o ler por completo. Existe isso? Uma pessoa que gosta de ler passar dois anos tentando ler um livro?!

Pois é, eu passei por esse desafio e acabei percebendo que poderia ter feito algumas coisas para ter diminuído esse sacrifício. Quero compartilhar algumas coisinhas aqui com vocês.

1 – Por que ler esse livro?

Bom, se você gosta de ler, qualquer livro vale a pena ser lido. Entretanto quase todos têm alguma preferência, e aí começam as escolhas e essa indagação.

Quando a gente quer ler um livro é porque o assunto nos interessa, ou porque se sente atraído pelo estilo, e aí não tem porque se perguntar a razão de ler aquele livro, você simplesmente ler.

Mas tem outras razões para ler um livro, seja por recomendações, seja por causa de estudos, por exemplo.

No meu caso, esse livrinho que me fez passar dois anos para ler (começava, parava, passava três meses sem nem olhar para ele, enfim), foi por causa de estudo, ele constava em uma lista de leitura antiga para o CACD.

O livro é “História das Guerras”, um livro que une narra 15 guerras emblemáticas do mundo, desde a Guerra dos 300 até essas mais recentes do Oriente Médio, cada capítulo foi escrito por um autor diferente, entre eles o jornalista William Waack, mas foi organizado por Demétri Magnoli. É um livro extenso e cansativo, fala tanto das circunstâncias políticas quanto das táticas de guerra.

Depois de um ano que eu comprei o livro fiquei sabendo que não precisava ler tudo, que só um capítulo, se não me engano o sobre a Primeira Guerra Mundial que realmente valia a pena para o concurso. Mas eu não consigo deixar as coisas pela metade, então decidi ler assim mesmo.

Bom, mas o que eu quero dizer com tudo isso? Se não for extremamente necessário ler um livro que você não gosta, não é preciso passar por isso, não é! Ler é bom para te fazer se sentir fora da sua realidade e te fazer aprender alguma coisa, procure escolher livros que te façam sentir o prazer de estar lendo.

Mas e quando eu tenho que encarar essas coisas para a faculdade, vestibular, concurso e etc? Continue lendo!

 

2- Crie Metas

Como tudo na vida de concurseira, devemos criar metas para poder vencer um leão por dia.

Deixando o exagero de lado, o que é quase impossível para a minha pessoa, se você tem algo para fazer que não é exatamente prazeroso, é preciso ter alguma estratégia para poder vencer nesse babado.

Como criar essas metas? Vai lá no índice do livro, veja quantos capítulos tem por lá e quantas páginas tem em cada um, daí veja quanto tempo por dia você vai se concentrar nisso. Depois disso você vai separar o tanto de páginas ou de capítulos você irá ler naquele tempo reservado.

Cuidado para não criar metas muito loucas, tipo ler 100 páginas dentro de duas horas, porque depois que você começa a ler é capaz de mudar seu ritmo e isso vai acabar se frustando e desistindo de ler.

Agora vocês sabem o que foi que aconteceu comigo e as guerras, não é? Olhei no índice e me sentia a super heroína da leitura, jurei que conseguiria ler 60 páginas por dia (cada capítulo tem, em torno, de 30 páginas), porque eu sou a louca que ama história e tal.

O que aconteceu? Comecei a ler, vi o quanto cansativo seria aquilo e não consegui ler nem 10 por dia, por isso mesmo eu começa a ler e parava e só voltava bem depois, quando a consciência pesava.

Então já sabe, viu o livro, olha o índice e ler, pelo menos, o prefácio, para sentir um pouquinho do livro e decidir o seu ritmo.

 

3- Recompense-se

Se tem meta cumprida, tem recompensa sim!

Pode ser qualquer coisa que te anime a continuar a leitura, seja comida, filme, aquela maratona de série (aí a meta tem ter sido grande kkk), enfim!

Para mim sempre é a internet, tanto para estudar quanto para ler, eu procuro sempre desligar a internet do celular enquanto estou numa dessas atividades, então quando bato uma meta vou logo ligando para ver o que perdi. Às vezes nem tinha nada na internet, mas vício é vício, não é!

Ah, mas cuidado para não fazer com que a recompensa, não vale se distrair e esquecer que tem outras coisas para fazer.

 

A maior dica é não desistir, se você tem que ler o livro é porque tem uma razão, é porque você vai aprender alguma coisa, então se aguenta aí que vai dar certo.

Agora quero saber de vocês quais os livros que vocês amaram ler e os que foi quase impossível de ler, além das estratégias de cada para aguentar esses desafios.

Espero que eu tenha ajudado vocês de alguma forma.

Beijinhos e até a próxima.

 

Anúncios

3 comentários em “Manual de como ler um livro chato!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s