Vamos conhecer Ballet Fitness? – Parte II

Apesar de hoje ser domingo, não irei fazer um resumão da coluna, porque o texto que foi publicado lá (podem ir conferir no Noset) já foi publicado aqui há algumas semanas. Aproveitando que não consegui fazer o post de sexta, farei o segundo post sobre Ballet Fitness, como havia prometido.

img-20160818-wa0017

Como eu já falei da origem na primeira parte, agora tenho que falar como eu conheci e me apaixonei pelo Ballet Fitness, além de outras coisinhas a mais. Já contei que passei uns 03 anos sem dançar e que voltei por causa do ballet adulto, eu pulei um pouquinho a história aí. Eu comecei na aula de Ballet Fitness, que estava no começo na academia, ainda em fase de experimento e já um sucesso.

Nessa aula de ballet fitness eu reconheci alguns dos muitos exercícios que já tinha feito antes, mas eram realizados com muito mais intensidade, o que eu estava precisando na época, porque não estava fazendo nenhum exercício que “fizesse suar”. Isso me chamou ainda mais minha atenção, logo virou vício e comecei a frequentar (uma hora depois da aula de muai thay, o que era muito cansativo, mas prazeroso).

Pouco tempo depois fiquei sabendo que uma aula de ballet adulto, que realmente me colocaria nas sapatilhas de ponta (um sonho de infância), aí fui fazer só esta aula. Agora eu estava conseguindo alternar os dias com o muai thay, tornando a rotina mais equilibrada. Mas essa segunda atividade, o muai thay, não estava me agradando, tinha medo de me machucar e não conseguir dançar, então deixei de fazer e me concentrei no ballet.

Esse ano, quando comecei nas sapatilhas de ponta, percebi a importância daquele trabalho realizado no Ballet Fitness, apenas de não ser voltado para este objetivo. Para conseguir se equilibrar e ter técnica nas pontas é preciso fortalecer os músculos, por isso é um processo longo e porque as duas aulas são complementares para quem não estava tendo uma prática anterior.

Associar as duas aulas tem sido um pouco cansativo fisicamente, mas maravilhoso psicologicamente. A aula de ballet fitness é divertida, trabalha muito a auto-estima, você sai de lá se sentindo a própria Ana Botafogo (ou Mikhail Baryshnikov, para os meninos). Já a aula de ballet clássico é mais séria, focada na técnica, por isso com muitos exercícios de barra e de repetição.

Para completar o prazer tem a parte mais “fresca”, que são as roupas. O ballet clássico tem regras específicas de vestimenta, como, por exemplo, a meia e a sapatilha devem ser da mesma cor (dando a aparência de continuidade), mas o ballet fitness é completamente flexível quanto a isso. Você pode chegar e fazer a aula com roupa normal de academia ou vir completamente bailarina, com todas as peças mais fofas (acho que falei no último post). Prefiro sempre estar completamente de bailarina, quando me olho assim no espelho me sinto capaz de fazer aqueles exercícios.

Olhem esses collants, dá vontade de comprar todos! (tem esses modelos e muitos outros no site Material de Dança)

Ah, existe sim um tipo específico de pessoas para praticar o Ballet Fitness… aqueles que querem conhecer a modalidade, aqueles que sempre quiseram ser bailarinas (os) e nunca tiveram sua oportunidade. Isso inclui pessoas de todas as idades, não tem limitação.

O que você está esperando para ir conhecer uma aula dessas? Só para dá mais um incentivo: meninas se lembrem que Sabrina Sato é uma das famosas que praticam ballet fitness… já viram a perna dela? =D

Por hoje é só, fiquem ligados nas novidades do blog através das minhas redes sociais: facebook (Nívia Xaxá), instagram (@nivia_xaxa), twitter (@NiviaX02) e snapchat (nivia_xaxa).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: